Show “Caldeirada” leva músicos ao Flamenco no Plural

Davi Caldeira

O violonista Davi Caldeira

No dia 04 de Julho, Davi Caldeira e convidados dão sequência à temporada do projeto “Flamenco no Plural”, apresentando o show Caldeirada, e vestindo a série do projeto ‘Grandes Nomes do Flamenco em São Paulo’. A partir das 21h, convidados e amantes da dança poderão conferir no teatro MuBE Nova Cultural mais um capítulo da história que as apresentações visam contar; “O objetivo é relatar e compartilhar a história do Flamenco no Brasil, passando pelos pilares profissionais que esta arte possui” completa a idealizadora e bailaora Denise Santoro.

O show “Caldeirada” representa a união da cultura de vida e das experiências que Davi Caldeira passou como músico e flamenco durante sua trajetória. A apresentação traz uma mescla de música flamenca e brasileira onde as composições são interpretadas por Davi, e bailadas por seus convidados em meio à dança, essência e poética das criações. O nome faz referência a um prato onde são colocados vários ingredientes, muito tempero, resultando em uma degustação saborosa, de paladar especial e único.

Show de música e dança flamenca com Davi Caldeira e Convidados – Ver evento
Dia: 04 de Julho
Horário: 21h
Local: Teatro MuBE Nova Cultural

 

Sobre o Flamenco no Plural

O projeto, que estreou a temporada 2013 no início de maio com a professora e bailarina de flamenco Vera Alejandra, foi construído através de três séries: Ícones do Flamenco no Brasil, Grandes Nomes do Flamenco em São Paulo, e Jovens Talentos do Flamenco. O formato foi pensado para dar espaço aos diferentes profissionais atuantes no flamenco do Brasil, “Em cada apresentação o artista convidado representa esse conceito”, explica Denise. Além disso, todos os shows são formatados para o projeto, isto é, os convidados montam uma apresentação voltada ao Flamenco no Plural.
Outros objetivos também foram pensados, como oferecer ao público e aos praticantes e profissionais da área, a oportunidade de viver momentos de verdadeiro conhecimento da cultura flamenca através das apresentações. “Desejamos que o público encontre no teatro a casa que faltava para essa expressão artística”, completa Paulo Gabriel, diretor da Innovax, empresa gestora do teatro MuBE Nova Cultural. Sobre Davi Caldeira

Iniciou seus estudos de violão com o violonista Daniel Caldeira. Participou de diversos workshops com importantes violonistas flamencos espanhóis pelo Instituto Cervantes SP: José Manuel Leon, Dani de Moron, Javier Conde, estudou e teve contato com violonistas brasileiros de nome, como Fernando Delarua, Alessandro Penezzi, Conrado Gmeiner, Jony Gonçalves, entre outros.

Em Belo Horizonte durante dois anos teve duas vivencias distintas e importantes, primeiro desenvolvendo o projeto “Povera” com o percussionista Daniel Othechar, músico singular que tem como linguagem mãe a música africana.

Aprofundou-se na linguagem rítmica como palmero e cajonista estudando e convivendo com grandes mestres do compás de Sevilla a Morón. dentre eles, Augustin de la Chica, el Torombo, importante mestre no cenário flamenco espanhol e el Bobote palmero de Manuela Carrasco, Rocio Molina, Israel Galvan, dentre outros nomes.

Em 2011 em Belo Horizonte no Sesc Paladium realizou um show acompanhando el Carpeta bailaor famoso na Espanha, prodígio de uma importante família de gitanos Los Farrucos.

Atualmente, além de trabalhar com direção musical de espetáculos e atuar como violonista e percussionista, ministra cursos de flamenco pelo Brasil abordando linguagem, estrutura de baile, concepção rítmica e todos os elementos que definem esta arte.

Publicar comentário