Pedro Soler pela primeira vez em São Paulo

Pedro Soler e Philippe Moratoglou em foto de Nicole Berge

Pedro Soler e Philippe Moratoglou | Foto: Nicole Berge

“A guitarra sozinha, nua. Um toque primitivo, porém exatamente por isso, dotado de uma total autenticidade: um toque ao qual estamos raramente habituados a escutar no flamenco.” El País (Madrid)

Um dos maiores nomes da música flamenca, Pedro Soler apresenta-se pela primeira vez em São Paulo, em parceria com o violonista Philippe Mouratoglou, no espetáculo Rumores de la Caleta: Isaac Albeniz et le flamenco.

Nascido em 1938, Pedro Soler teve o seu primeiro contato com a arte do flamenco através do guitarrista granadense J.M. Rodriguez e dos andaluzes exilados em Toulouse, quando esta era a capital da Espanha.

Mais tarde, o “cantaor” Jacinto Almadén, impressionado pela sua sonoridade, convida-o para participar do grupo “Sonidos negros” como segundo guitarrista ao lado do mestre Pepe de Badajoz, que o toma como discípulo e amigo. Eles razem diversas turnês pela Espanha. Após o falecimento de Pepe de Badajoz, Pedro Soler passou a ser o acompanhador de Almadén. A célebre dançarina “La Joselito” lhe transmitiu a arte de acompanhar os estilos da idade de ouro da dança flamenca.

Ao lado de Almadén, Pedro Soler acompanhou durante vários anos mestres do canto flamenco tais como Pepe de la Matrona, e Juan Varea, com os quais ele igualmente realizou diversas gravações. Posteriormente, ele acompanhou cantores mais jovens tais como Enrique Morente, Miguel Vargas ou Inés Bacán.

Paralelamente, ele realiza recitais como solista na Europa, Japão, na antiga União Soviética, América do Sul, África e Índia. Ele desenvolveu durante anos uma atividade concertística com músicos como Beñat Achiary, Ravi Prasad, ou o violoncelista Gaspar Claus.

Fiel à escola primitiva do flamenco pela qual foi formado, Pedro Soler sempre busca a essência, a dinâmica, a força do silêncio. A técnica, para ele é somente um meio para adquirir a potência expressiva do “cante jondo”, o canto profundo.

Programa
“Rumores de la Caleta”: Isaac Albeniz et le flamenco
Gaspar Sanz (1640-1710): Rujero
Isaac Albeniz (1860-1909): Rumores de la caleta (Recuerdos de viaje n°6)
Isaac Albeniz: Cordoba (Cantos de Espana, op.232 n°4)
Isaac Albeniz: Sevilla (Suite Espanola, op.47)
Pedro Soler: Zapateado
Isaac Albeniz: Asturias
Joaquin Rodrigo (1901-2000): Zapateado
Gaspar Sanz: Canarios
Isaac Albeniz: Malaguena (Suite Espana, n°3)
Improvisações flamencas
(Pedro Soler solo)
Pedro Soler, guitarra flamenca
Philippe Mouratouglou, violão clássico

There are 0 comments

Publicar comentário